Você sabe agradecer?

29 de novembro de 2019 \\ O Bispo

No próximo dia 28, celebra-se o Dia Nacional de Ação de Graças, instituído em 16 de agosto de 1949, pelo presidente Eurico Gaspar Dutra. É dia de reconhecimento público dos brasileiros a Deus pelos benefícios recebidos. Agradecer é um gesto humano e cristão. É próprio das pessoas educadas agradecer sempre e por tudo.

“GRAÇAS A DEUS”! Essa expressão simples, que brota do fundo do coração e se transforma em oração, caracteriza o sentimento de gratidão marcante no povo cristão. Já o Antigo Testamento e, particularmente, os salmos expressam, de forma poética e simbólica, a consciência dos dons de Deus na existência humana. “Dai graças ao Senhor porque eterno é seu amor”, canta o salmista.

PARECE QUE, hoje, numa sociedade dominada pelo egoísmo e pela ganância, o sentimento de gratidão não encontra mais espaço no coração humano. É preciso resgatar esse sentimento como uma forma simples de acreditar no valor da vida, na importância da amizade, na esperança de que é possível superar a violência, a injustiça e a ingratidão.

SER AGRADECIDO é saber que o mundo não gira em torno de nós. Não somos o centro de tudo. Ser agradecido é sinal de boa educação. Ser agradecido é um dom precioso e nem sempre cultivado. Podemos ver um exemplo claro disso no Evangelho de Lucas, capítulo 17, que nos apresenta a cura dos dez leprosos: apenas um voltou para agradecer. Um “muito obrigado” aproxima pessoas fazendo-as sentir-se filhos e filhas do mesmo Pai que faz o sol nascer e brilhar para todos, sem acepção de pessoas.

É NECESSÁRIO agradecer pela vida, saúde, família, casa, natureza (mineral, vegetal e animal), pelos alimentos e pelo trabalho. O sentimento de gratidão deve encontrar abrigo no coração do ser humano, em todos os momentos e em todos os lugares, porque nossa vida é um contínuo presente de Deus.

A VIRTUDE DA GRATIDÃO é uma presença constante em toda a Bíblia: “É bom render graças ao Senhor”, (Sl 92,1). “Bendizei a Deus e rendei-lhe graças diante de todos os viventes, pelos benefícios que vos concedeu”. (Tb 12, 6). “Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus” (1 Tes 5,18). “Agradeçam sempre a Deus por todas as coisas, em nome de Jesus Cristo” (Ef 5,20).

O Bispo