• José de Arimateia vê politização na chegada da vacina e isenta Bolsonaro:

José de Arimateia vê politização na chegada da vacina e isenta Bolsonaro: "Tiraram a autonomia dele"

19 de janeiro de 2021 \\ Política

Deputado estadual e presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Saúde da AL-BA (Assembleia Legislativa da Bahia), José de Arimateia (Republicanos) se diz preocupado com a politização que circunda a entrega das dose de CoronaVac nos diferentes estados do Brasil. Em Salvador, está prevista a chegada para às 18h e até dez municípios podem receber o imunizante ainda nesta segunda-feira (18).


"O problema da chegada da vacina, é que misturaram uma coisa tão séria que é socorrer as pessoas que estão com coronavírus, com politicagem", disse o deputado bolsonarista em conversa com o BNews.


Além de mencionar a tentativa do governador de São Paulo, João Dòria, de ser o "mentor" do plano de imunização, o republicano isentou o presidente Jair Bolsonaro de qualquer culpa diante do enfrentamento à pandemia de Covid-19. Segundo Arimateia, toda a responsabilidade de Bolsonaro ficou para trás quando o Supremo Tribunal Federal resguardou a autonomia de municípios e estados quanto às diretrizes de isolamento social.


"Agora eles criticam, dizendo eles que o presidente não está se mobilizando, o presidente está. As informações tem que ser passadas realmente com seriedade [...] mesmo com limitações que o STF deu ao presidente, mandou ele não se envolver, você vê que a logística está sendo feita agora, o próprio ministério está dando todo o suporte. Tiraram a autonomia dele como presidente, é um jogo político sujo", defendeu Arimateia.


Segundo o parlamentar, há ainda o "interesse econômico" por trás do montante de recursos disponibilizados para o enfrentamento da doença. Ele cita o caso da compra dos respiradores pelo Governo da Bahia e pede "transparência" na distribuição da doses pelos 417 municípios baianos.

Fonte: B News

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE