• Governo estimula cadastramento de fornecedores do Estado no SEI Bahia

Governo estimula cadastramento de fornecedores do Estado no SEI Bahia

25 de fevereiro de 2019 \\ Governo

Vinte e cinco por cento dos fornecedores habilitados a participar de licitações com o governo baiano já estão cadastrados como usuários externos do SEI Bahia, o sistema oficial de gestão de processos e documentos administrativos digitais do Poder Executivo. O novo software – implantado pela Secretaria de Administração do Estado da Bahia (Saeb) – permite que documentos necessários para o fornecimento de produtos e serviços ao Estado sejam assinados eletronicamente pelas empresas.  

“Depois do sistema, houve uma redução muito grande da papelada que a gente precisa providenciar na hora da entrega do material”, conta Augustus Emmanuel Pereira Sales, sócio da empresa RDA Comércio de Materiais Elétricos. Fornecedora do Estado há 10 anos, a RDA é até agora a empresa que mais utilizou o SEI para assinaturas de atas de registro de preço em licitações do Estado. “O ganho em praticidade é muito grande”, opina Augustus.

Atualmente, o governo baiano conta com 5.348 fornecedores aptos a participar de licitações. Deste total, 1.330 já estão cadastrados no SEI Bahia. “Nosso objetivo é estimular cada vez mais a adesão ao SEI, de modo que no futuro todas as empresas utilizem a ferramenta”, revela a diretora de Suporte à Logística da Superintendência de Recursos Logísticos da Saeb, Mariana Rabêlo.      

O procedimento para cadastro no SEI Bahia é simples. Basta ir ao Portal SEI (www.portalseibahia.saeb.ba.gov.br) e clicar no campo “Acesso Externo”. Uma vez na página de acesso externo, é preciso acionar o link “Clique aqui se você ainda não está cadastrado”. O fornecedor receberá por e-mail as orientações necessárias ao cadastramento, incluindo a lista dos documentos que devem ser entregues em um dos postos colocados à disposição dos fornecedores.

Atualmente, todas as unidades do Estado já estão aptas a realizar o cadastramento de fornecedores como usuários externos do SEI Bahia. “Para facilitar o processo, a Coordenação de Gestão do Cadastro de Fornecedores (CGCF) vem também auxiliando as unidades a efetuar o cadastramento, com ações de treinamento, prestação de esclarecimentos e abertura de processos”, acrescenta a diretora Mariana Rabêlo. 

As empresas podem usar o SEI Bahia durante todo processo de fornecimento, desde a licitação até a assinatura do contrato de fornecimento. Um fornecedor tem também a opção de possuir mais de uma pessoa cadastrada no SEI Bahia, autorizando-as a assinar pela empresa. Para isso, é necessário que o representante seja sócio-administrador, registrado no contrato social, ou que possua procuração concedendo poderes específicos para assinar pela empresa.

Cedido ao governo baiano pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), o SEI começou a ser implantado no Estado em março de 2017. Desde então, a equipe do projeto já contabilizou 309 mil processos cadastrados e 4,3 milhões de documentos gerados no sistema informatizado. Com isso, a estimativa é que a iniciativa tenha gerado para o governo estadual uma economia de cerca de R$ 9,3 milhões, levando em conta os custos diretos (papel, capa, grampos e bailarina) e indiretos (como energia, transporte e armazenamento).

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE