• Adaptações tecnológica e de operadores marcam o primeiro dia experimental do BRT

Adaptações tecnológica e de operadores marcam o primeiro dia experimental do BRT

15 de outubro de 2020 \\ Geral

O primeiro dia de operação experimental assistida do novo sistema de transporte BRT (Bus Rapid Transit), em Feira de Santana, serviu para ajustes tecnológicos em estações, ônibus e treinamentos de operadores.

Desde às 6h de ontem, 14, motoristas, monitores, fiscais públicos de transporte e agentes de trânsito acompanharam a saída do primeiro ônibus BRT do Terminal Central, plataforma A5, com destino aos corredores das linhas BRT 1, na av. Getúlio Vargas, e BRT 2, na av. João Durval, trecho entre o viaduto JJ Lopes de Brito e o limite do Anel de Contorno.

Portas automáticas das estações de BRT, elevadores e rampas de embarque e desembarque dos ônibus, sistema de monitoramento em tempo real por GPS e posicionamento dos ônibus foram exaustivamente testados por técnicos da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), engenheiros da Prefeitura e representantes das concessionárias São João e Rosa.

“Nossa equipe ainda está trabalhando, mas, até o momento, a avaliação é positiva para continuarmos a fase experimental com a presença de passageiros nos ônibus e estações”, avalia o secretário da pasta, Saulo Figueiredo.

Ao todo, são dez estações de BRT nas duas linhas, sendo seis delas na av. Getúlio Vargas e mais quatro na av. João Durval. Todas estão equipadas com moderno sistema de monitoramento por câmeras, portas com sensores de aproximação para abertura automática durante embarque e desembarque de passageiros.

ÔNIBUS ARTICULADO

Nesta fase experimental, segundo o secretário Saulo Figueiredo, é fundamental análise de todos dados de desempenho operacional relacionados a tempo de viagem, customização da infraestrutura e da prestação dos serviços aos clientes do BRT e adaptação da tecnologia ao novo sistema de transporte.

A frota que já está rodando na cidade é composta inicialmente por seis ônibus do tipo padron com 12 e 15 metros de comprimento, com capacidade média para transportar confortalvemente até 115 passageiros. O secretário também já garantiu que mais um ônibus articulado (do tipo sanfona) será apresentado pela Prefeitura de Feira nos próximos dias.

O cliente do BRT, ao embarcar em uma das dez estações encontrará também, em parte da frota, ônibus com ar condicionado e poltronas com portas USB disponíveis para o uso com smartphones e/ou tablets.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE