• FEIRA DE SANTANA - Onze escolas municipais estão em obras: duas vão ganhar prédios novos

FEIRA DE SANTANA - Onze escolas municipais estão em obras: duas vão ganhar prédios novos

31 de julho de 2020 \\ Geral

Apesar do período de pandemia e paralisação parcial das atividades, as obras em escolas da Rede Municipal de Educação não pararam. Atualmente, onze unidades de ensino estão passando por reformas estruturais e ampliação – duas delas ganharão prédios completamente novos: a Laura Ribeiro Lopes, do bairro Tomba, e a Margarida Lisboa de Oliveira, na Gabriela. A primeira, que hoje funciona em um prédio alugado, terá um espaço próprio. A segunda, além de passar por uma grande reforma, ganhará uma creche ao lado da estrutura atual.

A nova sede da escola Laura Lopes irá contar com dez salas de aula, biblioteca, Sala de Recursos Multifuncionais, sala de professores, sala multiuso, secretaria, diretoria, sanitários para professores, alunos e funcionários, sendo dois deles adaptados para pessoas com deficiência, refeitório, cozinha, cantina, despensa, depósitos pedagógico e de material de limpeza.

Já a nova creche da Escola Municipal Dra. Margarida Lisboa será equipada com quatro salas de aula com banheiro, uma sala do soninho, brinquedoteca, refeitório, cozinha, cantina, depósito para alimentos e outro para material de limpeza, área de serviços, banheiro para funcionários e outro para pessoas com deficiência.

Além destas duas unidades de ensino, outras nove escolas passam por reforma.  Oito delas vão aumentar sua capacidade para receber novos alunos: a Escola Municipal Professora Almira de Oliveira Santos, na Conceição, salta de três para dez salas de aula; a Faustino Dias Lima, no Tomba, passa de nove para 14.

Obras chegam aos distritos

As obras em escolas também estão distribuídas pelos distritos. Em Humildes, a Cândido Vitoriano de Cerqueira, pula de duas para cinco salas; a Eurides de Oliveira Queiroz, que tinha quatro, passa a ter cinco. Na Matinha, a Crispiniano Ferreira da Silva sai de duas para quatro salas de aula.

No distrito de Maria Quitéria, a Escola Antônio de Freitas Borja terá sua capacidade aumentada. Passará a ter sete salas de aula, sendo cinco para alunos do Ensino Fundamental Séries Iniciais e duas para Educação Infantil – antes, a escola tinha quatro no total. Ainda no distrito, a Izidro Alves de Jesus passa de três para quatro salas.

Em Jaguara, a Escola Doutor Colbert Martins da Silva, a maior do distrito, ganha reforma completa na estrutura física. E finalmente a Firmino José de Brito aumenta sua capacidade com mais uma sala de aula: sai de duas para três.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE