• Restaurantes Populares do Governo do Estado já forneceram mais de 367 mil refeições desde o início da pandemia

Restaurantes Populares do Governo do Estado já forneceram mais de 367 mil refeições desde o início da pandemia

18 de junho de 2020 \\ Geral

Os Restaurantes Populares do Governo do Estado, localizados em Salvador, completaram três meses com a distribuição de refeições à população mais vulnerável. A medida, adotada ainda no início do período de isolamento social, garantiu o fornecimento seguro e saudável de mais de 367.944 mil refeições para a população que freqüenta as unidades, localizadas nos bairros do Comércio e da Liberdade.


Desde o início da pandemia, a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), responsável pelas unidades, suspendeu o acesso às unidades para reduzir o risco de contaminação e disseminação do novo coronavírus na capital baiana.


"A adoção dessas medidas garantiu que a prestação desse importante serviço de cidadania fosse continuado mesmo diante das restrições impostas para impedir a disseminação do vírus. São milhares de pessoas que todos os dias encontram nos Restaurantes Populares uma opção acessível de alimentação balanceada, saudável e de qualidade", explica o secretário da SJDHDS, Carlos Martins. As unidades estão subordinadas à Superintendência de Inclusão e Segurança Alimentar da SJDHDS.


Outra medida adotada pela SJDHDS foi o funcionamento dos restaurantes também aos finais de semana. O objetivo da ação é minimizar a insegurança alimentar da população em meio à pandemia, além de garantir que a população possam garantir alimentação neste momento.


Os Restaurantes Populares funcionam, neste momento, sete dias por semana. A população almoça pagando um valor simbólico de R$ 1,00. As crianças até cinco anos tem direito a almoçar gratuitamente.


Desde o início da pandemia, a unidade do Comércio já forneceu 191.268 mil refeições enquanto que a unidade da Liberdade forneceu 176.676 mil refeições. O almoço vem acompanhado de suco e sobremesa.



Fonte: Ascom/ SJDHDS

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE