• Prefeitura de Feira recebe 500 protetores faciais para profissionais que atuam no enfrentamento ao coronavírus

Prefeitura de Feira recebe 500 protetores faciais para profissionais que atuam no enfrentamento ao coronavírus

28 de abril de 2020 \\ Geral

A Prefeitura de Feira de Santana recebeu nesta segunda-feira (27) a doação de 500 protetores faciais, considerados os mais eficientes EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) para os profissionais que atuam diretamente no atendimento a pessoas em tratamento contra o coronavírus. Os itens são produzidos em Feira de Santana, sob a coordenação do projeto CoronaVidas, que une indústrias, gestores públicos e sociedade civil no enfrentamento ao novo Coronavírus.

As máscaras do tipo Face Shield criam uma barreira mecânica contra respingos. Assim, aumentam a proteção aos profissionais de saúde, evitando que haja o contato com gotículas de salivas e fluídos nasais dos infectados. Os itens serão distribuídos pela Secretaria Municipal de Saúde para profissionais do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), UPAs, Policlinicas e unidades de saúde da família.

Ao receber os equipamentos, o prefeito Colbert Martins Filho elogiou a iniciativa coordenada pelo Coronavidas e agradeceu pela atenção aos profissionais que estão na linha de frente no trabalho de enfrentamento a Covid-19. "São equipamentos totalmente necessários e úteis. Tudo produzido em Feira de Santana. O que também mostra a nossa capacidade de superação diante da crise", frisou.

Fábio Barreto, professor e pesquisador do Instituto Federal da Bahia (IFBA) e voluntário do CoronaVidas, explica que os equipamentos são produzidos em impressoras 3D, muitas vezes nas próprias casas dos voluntários. "O principal objetivo é contribuir para a prevenção. Hoje estamos entregando 450 protetores faciais e na semana que vem mais 50 unidades", pontuou.

Ele também destacou a importância das parcerias. "Todas as doações acontecem para instituições públicas e tudo é feito através de um ambiente voluntário. A gente fez uma vaquinha virtual, a Injeplast, indústria de artefatos plásticos, faz a produção; o Cifs[Centro das Indústrias de Feira de Santana] fez a doação financeira, e instituições como o IFBA e a UFRB atuam no suporte técnico".

Também participaram do ato o secretário de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Antônio Carlos Borges Júnior; o presidente do Cifs, Fabio Soares; o diretor da Injeplast, Jaime Argolo; além de representantes do IFBA e da UFRB.

Com informações da Secretaria Municipal de Comunicação



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE