• Defesa agropecuária na ativa para assegurar a produção de alimentos

Defesa agropecuária na ativa para assegurar a produção de alimentos

06 de abril de 2020 \\ Geral

Para garantir alimentos seguros na mesa dos baianos e para que a cadeia produtiva continue trabalhando para não faltar itens importantes nas prateleiras, a ADAB (Agência de Defesa Agropecuária da Bahia) segue na orientação e inspeção quanto às normas adequadas de fabricação dos alimentos, por todo o estado.


Também em postos de abastecimento, como na Ceasa, em Simões Filho, os caminhões mantém a rotina com o acompanhamento das equipes da agência.


Para emissão de GTA (Guia de Trânsito Animal) e PTV (Permissão de Trânsito de Vegetais), os escritórios da ADAB estão funcionando. Mas, pela internet, através do site www.adab.ba.gov.br é possível para o produtor regularizar a documentação sanitária indispensável para o trânsito e abate de animais e trânsito de vegetais.


“As inspeções continuam acontecendo em frigoríficos, laticínios, granjas avícolas e outros vetores da produção de alimentos. Nossa equipe de veterinários esclarece dúvidas também dos produtores de suínos e aves sobre os cuidados que devem ser adotados nas granjas durante essa fase da pandemia do coronavírus”, afirma o diretor-geral da ADAB, Maurício Bacelar.


Uso de EPIs
Técnicos e profissionais da ADAB estão na ativa, porém sempre atentos aos cuidados para evitar a contaminação e preservar a saúde de todos.
Os protocolos de segurança são seguidos para que possam ter acesso às indústrias, através de um gabinete de higienização, instalado na área externa da produção, visando a lavagem de mãos e botas e utilização dos EPIs (Equipamentos de Proteção Individual): máscaras, luvas, toucas e protetores auriculares. Os itens são separados e passam por assepsia severa antes da equipe acessar a área de manuseio de alimentos. Nos últimos dias, a rotina de biossegurança tem sido reforçada.


Ao sair de casa, os profissionais seguem os cuidados necessários de quem precisa trabalhar na rua visando o bem estar pessoal e da família.

Fonte: Bahia em Fronteiras 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE