• FEIRA DE SANTANA: Propostas apresentadas serão analisadas pelo prefeito

FEIRA DE SANTANA: Propostas apresentadas serão analisadas pelo prefeito

27 de março de 2020 \\ Geral

O prefeito Colbert Martins Filho já está analisando, juntamente com técnicos da Prefeitura, as 21 propostas apresentadas pelos representantes do setor comercial de Feira de Santana visando a adoção de medidas para a reativação do comércio e serviços no município durante a pandemia do coronavírus Covid-19. Também na pauta a análise de mais uma proposta do Sindicato dos Contabilistas e outra do Sindicato dos Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares.

Dentre as propostas apresentadas pelos representantes do setor comercial estão: garantir o isolamento dos idosos; manter escolas fechadas e reabrir creches para que as mães possam trabalhar; garantir acesso ao álcool em gel e higienização das lojas; incentivar home office; dividir turmas de trabalho; comunicação imediata em casos de febre, gripe; manter a pessoa com sintomas em casa; suspender eventos e reuniões; reforçar propaganda institucional incentivando hábitos de higiene e distância; aumentar frota do transporte público de ônibus e proibir passageiro em pé; adiamento de cirurgias seletivas para garantir vagas em hospitais para casos de coronavírus; higiene diária das vias públicas; proibição por mais sete dias do transporte intermunicipal de passageiros; o Governo Municipal usar poder de polícia com a Guarda Municipal na fiscalização; antecipar férias, usar banco de horas e compensação de feriados; funcionamento do comércio no horário das 9h às 17h, com restrição de pessoas por metro quadrado; shopping funcionar das 11h às 20h; reduzir 50% da capacidade de público dos cinemas, bares e restaurantes; reduzir 50% dos bancos em praças de alimentação; proibição de venda de bebidas alcoólicas; e acompanhamento diário da situação pelo comitê.

Já o presidente do Sindicato dos Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares, Getúlio Andrade, propôs estabelecer horário para funcionamento dos bares com redução de mesas, reforçando a questão educativa. E o representante do Sindicato dos Contabilistas propôs controle com isolamento vertical, mantendo em casa idosos e pessoas doentes.

O prefeito Colbert Martins Filho afirmou que vai analisar as propostas e, até segunda-feira, 30, adotará uma posição, publicando novo decreto.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE