• Chuva mata cinco pessoas no sul do Espírito Santo

Chuva mata cinco pessoas no sul do Espírito Santo

18 de janeiro de 2020 \\ Geral

Com as fortes chuvas que atingem o sul do Espírito Santo desde sexta-feira (17), pelo menos cinco pessoas morreram. A maioria dos óbitos foi no município de Alfredo Chaves, que registrou o maior volume de chuvas nas últimas 24 horas - 249,2 milímetros. Das três vítimas locais, duras morreram soterradas após o desabamento de uma casa.

 

As outras duas vítimas fatais foram registradas na cidade de Iconha, segundo a Secretaria de Segurança e Defesa Social do estado.

 

De acordo com a Agência Brasil, os municípios também somam prejuízos. Em Iconha, por exemplo, uma passarela desabou, o hospital Danilo Monteiro de Castro foi inundado até o segundo andar e carros e árvores foram arrastados pela correnteza. Já em Alfredo Chaves, barreiras caíram na localidade de São Marcos e há diversos pontos de alagamento.

 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) contabiliza ainda deslizamento de terra na BR-101, na altura do km-434, o que deixou a pista parcialmente interditada. Outro deslizamento ocorreu próximo ao km-78 da BR-262, onde a pista também foi parcialmente interditada.

 

Segundo o portal, o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, acompanhou o trabalho das equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros no município de Iconha. 

 

“No primeiro momento, vamos dar suporte a quem precisa de abrigo. Vamos ofertar água potável, alimento, materiais de higiene pessoal, colchões e medicamentos. Muitas casas estão sem água, então vamos disponibilizar caminhões-pipa e a Cesan [Companhia Espírito Santense de Saneamento] vai ajudar na limpeza das ruas. Estamos em contato com a ECO 101 [EcoRodovias] para que possam ajudar na retirada dos carros, pois muitos foram arrastados”, declarou em nota.

 

Por meio das redes sociais, o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, disse que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) oferece "toda ajuda necessária à população capixaba". BN

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE