• EXPOFEIRA 2019 movimenta cerca de R$ 4 milhões; Prefeito Colbert Martins Filho inicia debate sobre planejamento da edição de 2020

EXPOFEIRA 2019 movimenta cerca de R$ 4 milhões; Prefeito Colbert Martins Filho inicia debate sobre planejamento da edição de 2020

09 de setembro de 2019 \\ Geral

Os negócios gerados durante a Exposição Agropecuária de Feira de Santana (EXPOFEIRA 2019), realizada no período de 1° a 8 de setembro de 2019, movimentaram em torno de R$ 4 milhões. Os valores são referentes a transações com financiamentos bancários, leilões e vendas diretas nos estandes.

O prefeito Colbert Martins Filho visitou os estandes e avaliou o balanço das movimentações financeiras geradas durante a Expofeira. Ele considera o saldo positivo diante da situação de retração da economia nacional e prevê retomada do desenvolvimento em 2020, quando ocorre a 45° Expofeira.

Os cerca de R$ 4 milhões de negócios movimentados durante a Expofeira são, conforme balanço apresentado pelo secretário de Agricultura, Recursos Hídricos e Desenvolvimento Rural (Seagri), Joedilson Freitas, referentes aos leilões de animais, vendas diretas nos estandes e ainda financiamentos bancários através do Banco do Brasil e Banco do Nordeste.

Governo começa a planejar mudanças para Expofeira 2020

O Governo Municipal já está planejando mudanças visando revitalizar a Expofeira 2020. Dentre as medidas avaliadas pelo prefeito Colbert Martins Filho está a adoção de medidas visando a reativação do acesso ao Parque de Exposição João Martins da Silva pela BR-324, fechado por determinação da Justiça Federal.

Neste domingo, 8, encerramento da Expofeira 2019, o prefeito Colbert Martins Filho e o secretário de Comunicação Social, Valdomiro Silva, acompanhados de técnicos, avaliaram a possibilidade de recuo do muro frontal do Parque. “Vamos realizar estudos de viabilidade para construção de uma pista exclusiva de acesso ao parque, evitando assim congestionamento na rodovia e risco de acidentes”, frisou.

Para construção de uma pista vicinal, o Governo terá que recuar o muro e também algumas estruturas do Parque de Exposição.

Este ano, por determinação da Justiça Federal, o acesso ao equipamento pela BR-324 foi interditado, somente sendo possível pela avenida Noíde Cerqueira.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE