• Feirinha Itinerante registra sucesso em vendas na Gabriela

Feirinha Itinerante registra sucesso em vendas na Gabriela

18 de agosto de 2019 \\ Geral

O projeto Feira Itinerante estreou neste domingo, 18, no Residencial Solar da Princesa, no bairro Gabriela, com bons resultados e 100% de aceitação. 

Às 6h as barracas já estavam armadas e disponíveis aos vendedores cadastrados pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Oportunidade de trabalho

Vendedora de temperos, Manuela Oliveira afirmou que o Feira Itinerante surgiu como uma oportunidade de trabalho. “Tenho filha pequena e me deslocar com ela para o Centro de Abastecimento, onde eu dividia uma banca com o meu tio, era sempre complicado”, contou.

Manuela afirma que o projeto de iniciativa da Prefeitura de Feira de Santana “já é um sucesso”.

“A nota é 10! Muito bem planejado e organizado. Espero que esse projeto cresça para que outros vendedores possam ser contemplados também”, disse otimista.

Jéssica Peixoto, 27 anos, que trabalha em uma loja do comércio, encontrou no Feira Itinerante uma oportunidade de ganhar uma renda extra. Logo no primeiro dia ficou surpresa com os bons resultados. Em poucas horas, as quinze unidades de bolo caseiro que fez para comercializar já haviam sido vendidas. “Graças a Deus eu já vendi tudo”, comemorou.

Também satisfeita, a estudante Flávia Santana, 21, que vendia frutas e verduras na Marechal Deodoro, estava em uma das trinta e cinco barracas comercializando carnes de porco e carneiro. “Maravilhosa essa iniciativa, que nos permite trabalhar perto de casa”, pontuou.

Uma conquista para os moradores

A síndica do Solar da Princesa – bloco verde – Marinalva Castelo disse que o projeto “é uma conquista para os moradores que trabalhavam empurrando carrinhos de mão pelo bairro ou colocando os produtos à venda em tabuleiros”.

Além do bairro Gabriela, o projeto Feira Itinerante deverá contemplar outras quatro localidades. Dentre elas, a Conder, Asa Branca, Aviário e distrito de Maria Quitéria. A montagem e desmontagem das barracas assim como o transporte são por conta da Prefeitura.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE