As chaves de Pedro

27 de junho de 2015 \\ O Bispo

Depois de Jesus, Pedro é o personagem mais conhecido e citado nos escritos do Novo Testamento: é citado 154 vezes com o apelido de “Pedra”, rocha, que é tradução do nome aramaico dado por Jesus; Paulo o cita 9 vezes; 75 vezes recebe o nome de Simão.

A VOCAÇÃO de Pedro acontece às margens do Lago de Genesaré, quando Jesus  lhes encheu os barcos de peixes e disse a ele: “Não tenhas medo: de agora em diante, serás pescador de homens” (Lc 5,10). . Essa palavra valeu também para os outros companheiros de Pedro, tanto que todos deixaram as redes e seguiram a Jesus.

PEDRO tem, nos evangelhos, duas características muito distintas: de um lado, é aquele que se recusou a ter os pés lavados pelo Senhor; negou três vezes conhecer Jesus. Mas Pedro é, também, deixou as redes, o barco, para seguir o Mestre. É o que chorou arrependido por sua fraqueza. É, enfim, aquele que deu sua vida no martírio, morrendo pelo evangelho.

SÃO PEDRO é invocado como protetor de diversos grupos. Os pescadores o comemoram porque Pedro era pescador. Viúvos e viúvas cumprem seu ritual porque Pedro era viúvo. Porteiros e quem faz promessa para conseguir a casa também o tem como padroeiro porque Jesus concedeu o poder da chave do céu a Pedro.

AS CHAVES! Por que as chaves? Como a Igreja não tem fotografia dos apóstolos, identifica-os por determinados símbolos. São Pedro é identificado pelas chaves, lembrando que Jesus lhe dissera: “Eu lhe dou as chaves do Reino dos Céus, tudo o que ligares na terra será ligado no céu, tudo o que desligares na terra, será desligado no céu” (Mt 16,19). É chamado o poder das chaves. Jesus lhe dá a direção da Igreja e a orientação do povo de Deus. Ele é a cabeça visível do povo de Deus no lugar de Jesus.

NA FESTA de São Pedro, a Igreja volta seu olhar para o Papa, o sucessor de Pedro no governo da Igreja. Hoje, o sucessor de São Pedro, é o Papa Francisco. Representante de Cristo no mundo, é chamado Papa porque continua sendo o pai de todos os discípulos de Jesus. Está a serviço de todos. É o bom pastor. Denunciador de injustiças. Profeta da vida e da esperança. Peregrino da Paz e da Fraternidade. Servidor dos servidores de Deus. “Que o Senhor o conserve, lhe dê longa vida e o faça feliz na terra e jamais permita que as forças inimigas prevaleçam contra ele”.

 

O Bispo