• CMFS: José Carneiro faz balanço dos trabalhos Legislativos e refuta nota publicada em blog

CMFS: José Carneiro faz balanço dos trabalhos Legislativos e refuta nota publicada em blog

26 de junho de 2019 \\ Geral

Durante pronunciamento na sessão ordinária desta quarta-feira (26) - a última da 1ª etapa do 3º período da 18ª Legislatura - o presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro Rocha (PSDB) fez um balanço dos trabalhos realizados na Casa da Cidadania neste semestre.

O parlamentar destacou que foram apresentados 49 Projetos de Lei, de autoria do Legislativo, sendo 19 aprovados por unanimidade, 01 por maioria, 08 retirados de pauta a pedido do autor e 09 estão em tramitação. Em relação a Projetos de Lei de autoria do Executivo, 17 foram apresentados, 14 aprovados por unanimidade, 02 por maioria e 01 adiado.

“Uma das Câmaras Municipais que mais produz, que mais trabalha. Tenho orgulho de ser vereador em Feira de Santana, de ser presidente desta Casa que trabalha para atender a população”, afirmou José Carneiro ao acrescentar que a exposição o torna alvo de criticas infundadas.

O edil fez referência a nota “Câmara de Feira: farra das viagens ganhou aditivo de 200 mil”, publicada no Blog do Velame. Após ler a nota na tribuna, ele rebateu as acusações de gastos excessivos com viagens e informou que foram gastos em passagens aéreas, em 2018, R$ 20.433, 63; R$ 15.344, 99 com vereadores e R$ 5.089,64 com servidores.

Carneiro completou que, em 2019, a Casa da Cidadania desembolsou com passagens aéreas R$ 24.590, 76; R$ 18.615,11 com passagens para vereadores e R$ 5.975,65 para servidores.

“Não posso admitir que uma pessoa tão esclarecida como ele, possa dar uma barrigada desta. Fazer uma acusação tão vil, tão leviana”, disse. O parlamentar observou que Rafael Velame é assessor do empresário Elias Tergilene, responsável pela construção do Shopping Popular.

“Continuo com a mesma opinião sobre este Elias Tergilene. E lamento profundamente ter de ouvir de setores da imprensa, que deveriam informar corretamente a população, notícias infundadas”, finalizou.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE