• CMFS: “Por que fazer CPI, se a investigação está acontecendo?”, questiona Lulinha

CMFS: “Por que fazer CPI, se a investigação está acontecendo?”, questiona Lulinha

06 de fevereiro de 2019 \\ Geral

O vereador e líder governista Luiz Augusto de Jesus, popularmente conhecido como Lulinha (DEM), questionou, durante discurso na Casa da Cidadania, nesta quarta-feira (06), a necessidade de abertura de uma CPI para apurar as denúncias de irregularidades na licitação realizada pelo Governo Municipal para contratação da Coopersade. Para o edil, como os órgãos responsáveis já estão apurando os fatos, é dispensável a abertura de CPI na Casa.

“CPI é um instrumento que todo vereador pode pedir, mas nenhum vereador é obrigado a assinar o pedido de abertura. Por que a Casa fazer CPI, se a investigação já está acontecendo? Os órgãos responsáveis estão fazendo o trabalho deles e se a investigação constatar que existem culpados, todos eles serão punidos e afastados da administração pública”, afirmou.

O edil fez questão de ressaltar o comprometimento do Legislativo feirense com a população. “Nós trabalhamos, criamos projetos de lei para o bem do nosso povo, fazemos indicações para melhorias nos mais diversos segmentos da administração municipal. Esta é a Câmara que mais trabalha no Brasil, é reconhecida e respeitada em todo território nacional pelo trabalho dos vereadores”, destacou.

EMPRÉSTIMO

Na oportunidade, em resposta às cobranças do vereador Alberto Nery (PT) referentes ao empréstimo aprovado pela Casa da Cidadania no valor de R$ 130 milhões para a Prefeitura, Lulinha garantiu que as obras de requalificação do centro comercial de Feira de Santana serão executadas. “O empréstimo foi aprovado no final do ano passado e o vereador Nery já quer que as obras sejam feitas”, concluiu.

ASCOM/CMFS

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE