• Dados apontam crescimento alarmante de multas por excesso de velocidade

Dados apontam crescimento alarmante de multas por excesso de velocidade

06 de fevereiro de 2018 \\ Geral

A Superintendência de Policia Rodoviária Federal (SPRF) da Bahia divulgou nesta terça-feira (6), o Balanço de Infrações registradas em 2017 nas rodovias federais que cortam a Bahia. De forma geral, segundo a PRF, o aumento da fiscalização gerou um crescimento expressivo no número de infrações flagradas, tanto que um dos indicadores, as multas por excesso de velocidade, cresceram, de forma alarmante, 677%.

De acordo com os dados divulgados, em 2017, por radares fixos ou estáticos, 436.737 veículos foram multados por transitarem acima do previsto para a via. Em comparação com 2016, foram somente 56.200 multas, o que representa um crescimento de 677,11%. Outro indicador, que revela os flagrantes da mistura de álcool e direção, aponta para uma redução de 38,99%. Em 2017 foram 967 condutores flagrados sob efeito de álcool, contra 1.585 condutores flagrados em 2016. Mesmo com a redução, a PRF ainda considera alto o número de conduções.

Outro indicador que apresentou queda foi o número de pessoas flagradas sem cinto de segurança. Segundo o comunicado, a patrulha rodoviária acredita que existe uma maior conscientização dos condutores e dos passageiros, o que representa uma queda de 25,56%, com 12.447 flagrantes em 2017, contra 16.723 em 2016.

Motocicletas foram mais multados

Em 2017 foram feitas 60.807 multas para motociclistas, 136,31% a mais do que em 2016, quando foram extraídos 25.731 autos.

Condutores ainda não observam normas para transportar crianças

O transporte de crianças obedece regras conforme a idade e o peso dos pequenos. Não observar esses detalhes, levando crianças sem os dispositivos de retenção (bebê conforto, cadeirinha ou assento de elevação) ou no banco da frente, além de aumentar as sequelas em caso de acidente, constitui infração gravíssima de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro.

Em 2017 foram autuados 1.267 condutores, um crescimento de 44,96% na comparação com 2016, quando pouco mais 960 foram notificados.

Ultrapassagens perigosas crescem

Esse tipo de ultrapassagem quase sempre as responsáveis pelas colisões frontais, por sua vez o tipo de acidente mais letal entre todos os demais. A quantidade de ultrapassagens proibidas flagradas geraram 17,55% a mais de autos de infração em 2017 na comparação com 2016, saindo de 33.872 para 39.818.

Excesso de peso cresceu 75%

A conduta gera desgaste excessivo no pavimento, aumenta a emissão de poluentes e dificulta a frenagem. Ela consiste em carregar o veículo ou a combinação de veículos de carga (CVC) com mais peso do que a legislação permite. Em 2016, foram emitidas 755 infrações de excesso de peso, quantidade que cresceu 75,36% em 2017, chegando a 1.324.

Em 2017 641.380 multas pelas mais diversas infrações de trânsito, já em 2016, foram 209.724 multas aplicadas, um crescimento de 205,82%. Abaixo o gráfico mostra por porcentagem as infrações mais observadas pela PRF em 2017:

Dados do NUCOM/PRF-BA

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE